• 23/10/2014 13:09

    Data: 26/04/2013 01:40 - Por: da Redação

    Imprimir

    Ouro Preto: servidores municipais da educação entrarão em greve caso reivindicação não seja atendida

    Os profissionais reivindicam aumento de 20% sobre vencimento para todos os servidores da educação

    Ouro Preto: servidores municipais da educação entrarão em greve caso reivindicação não seja atendida

    Após três dias de paralisação, os servidores da educação do município de Ouro Preto do Oeste, em assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (25), rejeitaram o aumento de 22% em forma de gratificação proposto pelo Executivo aos docentes em sala de aula. Na mesma data, uma comissão formada pelos sindicalistas encaminhou uma contraproposta reivindicando 20% sobre o vencimento de todos os servidores da educação.

    De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Ouro Preto do Oeste – STPMOP –, Delísio Fernandes, caso não haja uma proposta ou interesse por parte da Administração até as 8h da próxima segunda-feira (29), data e horário em que será realizada uma nova assembleia, os servidores da educação entrarão em greve.

    Delísio explicou, ainda, que nesta sexta-feira (26) haverá aulas normalmente, quando será informado aos alunos para que avisem seus pais sobre a possível paralisação.

    Segundo o presidente do STPMOP, o prefeito Alex Testoni propôs gratificações de R$ 350,00 aos professores com carga-horária de 40 horas; R$ 218,00 aos com 25 horas; e R$ 175 para os com 20 horas, compreendendo apenas aqueles profissionais que atuam em sala de aula. Os demais funcionários da educação não foram contemplados com a proposta do Executivo.

    Os sindicalistas se reunirão nesta sexta-feira com os vereadores e vão expor a grave situação e a possível paralisação, tendo em vista que a assembleia marcada para a próxima segunda terá indicativo de greve.

    Após a deliberação que ocorreu na sede do próprio sindicato, os servidores da educação do STPMOP, juntamente com os do SINTERO, saíram em passeata pelas ruas da cidade e, ao longo do percurso, explicaram à população a atual situação em que se encontra a categoria, o motivo da manifestação e a possível paralisação que poderá se iniciar no dia 29.

    • Ouro Preto: servidores municipais da educação entrarão em greve caso reivindicação não seja atendida

    Deixe seu comentário...

    Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros, o aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens oclusas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da maquina de origem, como já ocorreu.

    Fones para contato: (69) 3521 4973 | 9256 3747 Email: atendimento@jaruonline.com.br