Guia comercial

19/04/2014 03:15

Data: 04/04/2013 02:58 - Por: ouropretoonline.com

Imprimir

Italac é denunciado por monopólio do leite em Ouro Preto do Oeste

A reportagem tentou um contato com a empresa em Jaru, mas ninguém quis falar sobre o assunto, orientando buscar qualquer informação diretamente na matriz em Goiás.

Italac é denunciado por monopólio do leite em Ouro Preto do Oeste

Vereadora pedetista denuncia monopólio do leite 

A vereadora Cleide Almeida (PDT), denunciou na Tribuna da Câmara municipal de Ouro Preto do Oeste o monopólio da empresa Goiasminas Indústria de Laticínios detentora da marca Italac vem exercendo na política leiteira da região central do Estado. Segundo a parlamentar o monopólio da empresa Italac fica evidente quanto às ações desenvolvidas no ramo de laticínios em prol da população de Ouro Preto do Oeste, especialmente os produtores de leite.

Segundo denunciou a vereadora a empresa Italac adquiriu há cerca de cinco anos atrás em regime de aluguel toda estrutura física e maquinaria da multinacional Parmalat que tinha encerrado suas atividades laticínios no Estado. A proposta era que a Italac iria abrir pelo menos um posto de refreamento de leite no município, fato este que não ocorreu e hoje toda produção de leite que a Italac capta em Ouro Preto do Oeste vai diretamente para sua unidade industrial instalada no município de Jaru. Esta situação vem fazendo que o município de Ouro Preto tenha enormes prejuízos financeiros quanto aos impostos devidos. Outra denúncia é que a Italac mantém apenas dois funcionários (vigilantes) na fabrica de Ouro Preto este fechamento é estratégico para impedir a instalação de novos laticínios na região o que pode se caracterizar como monopólio.    

A vereadora disse que o atual modelo do mercado de leite favorece o monopólio, da Italac que vem prejudicando a agricultura familiar o que implica em dizer que não gera emprego/renda. A parlamentar propõe o fortalecimento do cooperativismo como uma opção para evitar o monopólio não só da Italac como de outras empresas que só querem se aproveitar do potencial que tem o município de Ouro Preto como exemplo a sua pecuária de: leite e corte.

“Enviamos oficio a empresa (Italac) solicitando informações sobre o porque a unidade aqui em nosso município está fechada. Vamos acionar o Ministério Público para denunciar esta falta de respeito que a Italac vem tendo com o nosso povo”, disse a vereadora que explicou ainda cerca de 80% da produção diária de leite de Ouro Preto do Oeste algo em torno de 152 mil/litros vai para outros municípios como: Jaru, Ji-Paraná e outros. A reportagem tentou um contato com a empresa em Jaru, mas ninguém quis falar sobre o assunto, orientando buscar qualquer informação diretamente na matriz em Goiás.

  • Italac é denunciado por monopólio do leite em Ouro Preto do Oeste
  • Italac é denunciado por monopólio do leite em Ouro Preto do Oeste

Deixe seu comentário...

Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros, o aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens oclusas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da maquina de origem, como já ocorreu.

Fones para contato: (69) 3521 4973 | 9256 3747 Email: atendimento@jaruonline.com.br